sábado, 3 de outubro de 2009

Liberdade?

A agulha que costura
É a agulha que perfura
A vida não perdura
Quando a morte está madura
Este vazio, mas que loucura!
Lábios vedados
Delicadamente costurados
Nenhuma palavra
Todas trancafiadas na boca
Não há liberdade
Nunca houve
E nunca haverá
Ninguém nunca ouvirá
É o inocente que morre
Porque a divindade estava ocupada
Inspirando o cheiro das hóstias e dízimos
Adornando de ouro as igrejas
Enquanto tudo que os fiéis queriam
Era um pouco de pão para não morrerem
Escravidão mental!
Fruto desta sociedade infernal
Tão frágil e tão protegida
Um dia o fim deverá chegar
Não o fim do mundo
Mas o colapso desta sociedade
E de toda sua mediocridade
Que sustenta toda essa insanidade


E para acompanhar um pouco de heavy metal \m/
Banda: Gamma Ray
Música: Real World


video

3 comentários:

  1. Isso aqui tá ficando bem macabro hehehehe... yeah!

    ResponderExcluir
  2. Muito bom mesmo! Ainda mais com este vídeo do Gamma huhuhu

    ResponderExcluir
  3. Ficou bala! Ler a poesia acompanhada de uma sonzeira é ótimo!
    Grande abraço, brother!

    ResponderExcluir